Nutrição equilibrada e boa genética pautam o sucesso na produção de suínos

Para ser eficiente e atingir altas produtividades, criador precisa ter atenção especial com estes importantes fundamentos que são essenciais para garantir bons resultados de qualquer modelo de criação

femea _leitoes

Um atleta de alta performance, quando está em uma competição, no ápice da prova, para atingir o melhor resultado e chegar ao ponto mais alto do pódio, precisa naquele momento expressar todo o seu esforço e capacidade. Na criação de suínos esse cenário é semelhante, a única diferença é que os animais durante o processo produtivo têm várias fases de crescimento, ou seja, passam por diversas competições e precisam ser o mais eficiente possível em cada uma delas mesmo com exigências nutricionais diferentes.

Para que os animais possam expressar todo o seu potencial genético e tenham longevidade dentro do plantel, é necessário que haja manejo e planejamento nutricional adequados. A importância da nutrição de qualidade e do correto manejo para melhorar o desempenho é fundamental principalmente as matrizes que são peças fundamentais na evolução e manutenção do rebanho com foco em lucratividade.

De acordo com Beate von Staa, proprietária da TOPGEN, marca brasileira especializada em genética suína, a formulação da dieta é um dos segredos para um bom desempenho dos animais, afinal, ela deve ser balanceada, com minerais e vitaminas. “É preciso ingredientes de boa qualidade, principalmente em relação à quantidade e disponibilidade de nutrientes e à pureza (livres de micotoxinas e de contaminantes). Também é fundamental monitorar a qualidade e a correta conservação dos ingredientes, pois qualquer tipo de fungo pode ser suficiente para causar contaminação”, destaca.

A aquisição de concentrados, núcleos, premixes e outros produtos a serem utilizados no preparo das rações, precisam também de cuidados. Segundo a especialista, o recomendado é sempre verificar se a empresa está registrada no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) e que, portanto, correspondam às especificações legais e técnicas e seguem as normas de boas práticas de fabricação de produtos para alimentação animal.

Tendo total segurança da procedência e armazenamento dos ingredientes o próximo passo é se atentar com a formulação da ração dos animais. É recomendado que essa seja feita por um nutricionista, veterinário ou zootecnista com especialização em nutrição que saiba realizar o equilíbrio necessário. “Esse cuidado é fundamental, pois cada fase, da etapa da criação tem uma demanda específica nutricional, portanto é preciso atenção com a dieta pois queremos que os animais cresçam rápido, mas sem excesso de peso”, diz Beate.

Cuidados adicionais

O manejo nutricional dos animais está diretamente ligado aos ganhos econômicos do produtor, não somente pela engorda deles, mas também pela eficiência dessa alimentação. O primeiro ponto é evitar desperdícios, pois excesso de ração no cocho pode resultar em sobrepeso e consequentemente mais gordura (fora dos padrões do mercado).

O segundo ponto é ter atenção com o oposto, ou seja, a baixa oferta de alimento. “A escassez de comida também estressa os animais, além da falta de nutrientes que pode causar canibalismo, portanto, o nosso desafio é achar esse meio termo. Aqui na TOPGEN investimos na nutrição automatizada, com uma precisão para cada fase, pois a formulação é realizada pelo computador para cada peso do animal”, diz Beate.

Genética é fundamental

Nos últimos anos, os programas de melhoramento genético focaram na seleção de animais com menos gordura e maior conversão em carne que são mais eficientes economicamente. Quando falamos em matrizes, é precioso um controle rígido na uniformidade da camada de gordura (espessura de toucinho) e o escore corporal. Afinal, fêmeas muito magras não produzem leite suficiente, já aquelas acima do peso podem ter a fertilidade comprometida.

Com linhagens 100% adaptadas ao ambiente brasileiro (clima, instalações), plantel estabilizado e uniforme, a TOPGEN proporciona os diferenciais competitivos para o produtor, consumidor e frigorífico. Para os produtores, o trabalho desenvolvido ao longo desses últimos anos pode garantir alta rentabilidade da granja (animais dóceis, rusticidade e longevidade, produtividade, e eficiência da progênie). Já o mercado consumidor tem a garantia de carne saborosa e gordura intramuscular em níveis ótimos (2%). Por sua vez, os frigoríficos têm a certeza de rendimento de carcaça e uniformidade. “O nosso trabalho na seleção está focado em resultados aos clientes”, finaliza a proprietária da TOPGEN.

Sobre

A TOPGEN é uma marca brasileira, especializada em genética suína, com tradição de mais de três décadas. Localizada em Jaguariaíva, na região dos Campos Gerais do Paraná, a marca está consagrada no mercado, identificando a genética suína que se desenvolveu ao longo dos últimos anos com a missão de produzir e comercializar material genético suíno, entregando ao mercado maximização de valor com sustentabilidade. Promove melhoramento genético nas raças Large White e Landrace, com uma linha materna batizada pelo nome de “Afrodite”, considerada por especialistas como a matriz mais completa do mercado.

Acompanhe a TOPGEN na mídia especializada:

O Presente Rural

Folha Agrícola – o Jornal do Agronegócio no Paraná

Campo & Negócios

Sucesso no Campo

Diário Agrícola Agro Planning

Compartilhe agora

plugins premium WordPress