Conheça Afrodite, a matriz da Topgen com menor taxa de mortalidade na suinocultura nacional

Entenda como a mortalidade de matrizes pode influenciar nos custos da sua produção

Afrotie tem a menor taxa de mortalidade

Provavelmente você já ouviu falar sobre a taxa de mortalidade das matrizes e o quão importante é esse índice para o sucesso do seu negócio. Aliás, esse indicador gera grande influência no seu plantel e nos custos de produção, algo fundamental a ser considerado, caso você queira um futuro promissor e lucrativo. Ou seja, é um fator determinante para a rentabilidade da produção suína, ficando atrás apenas da alimentação dos animais no quesito custo de produção. Dessa forma, é imprescindível que se leve em consideração os números que definem essa taxa, principalmente na hora de escolher a melhor matriz para o seu plantel e a Afrodite, a matriz da TOPGEN tem a menor taxa de mortalidade.

Afrodite, a matriz mais completa do mercado

Na TOPGEN, a escolha das matrizes é realizada com base em diversos critérios, com mais de 30 anos de seleção, sendo a resistência, rusticidade e docilidade alguns dos principais fatores. É partindo desse princípio que apresentamos a vocês a matriz mais completa do mercado: a nossa Afrodite. Mas você sabe por que ela é sinônimo de sucesso? Resultante do cruzamento das raças LARGE WHITE com LANDRACE, a linhagem Afrodite é uma matriz F1, obtendo os seguintes diferenciais:

  • Rusticidade

  • Docilidade

  • Uniformidade

  • Boa ingestão de ração no calor

  • Alta produtividade de leite

  • Elevado peso da leitegada no momento do desmame

  • Profundidade

  • Excelente aparelho mamário

  • Aparelhos locomotores ideais

  • Leitegadas grandes

  • Leitões viáveis

Tudo isso faz com que ela tenha uma baixa taxa de mortalidade, quando comparada ao mercado, sendo assim, torna-se a escolha ideal para que seu negócio alcance excelentes resultados. Isso acontece devido a um alto investimento em tecnologia e técnicas de reprodução realizadas há mais de 30 anos na área de seleção genética da TOPGEN. Para comprovar essa eficácia, veja a nossa tabela comparativa abaixo. De acordo com Queirós (2022)*, a mortalidade média em 133 granjas nacionais é de 9,0%, enquanto a Afrodite registra apenas 3,9%.

Média mortalidade Brasil​

9,0 %

Média mortalidade TOPGEN

3,9%

Mortalidade de matrizes x custos: acerte na escolha e não fique no prejuízo

Todo produtor de suínos já teve que fazer a reposição de alguma matriz por mortalidade e, vamos combinar, que essa não é uma tarefa fácil, em especial no âmbito financeiro, que vai muito além do preço de uma nova aquisição. Quando isso ocorre, há uma perda de eficiência pelo tempo gasto em inserir outra matriz no plantel, o consumo de ração antes da sua morte, a possível baixa no número de leitões ao trocar uma multípara por uma primípara, custos com revacinação do novo animal, entre outros.

Além disso, as matrizes têm um alto valor agregado, já que são animais que podem ser vendidos quando seu descarte for programado, gerando uma boa parte ou até mesmo todo valor investido na sua reposição. Portanto, a morte de uma delas representa, em linhas gerais, a perda de valor de mercado.

É por essa e outras razões que a TOPGEN investe em tecnologias inovadoras, material genético importado, medidas preventivas e cuidados adequados para garantir a saúde e o bem-estar animal, sempre com o objetivo de oferecer ao produtor uma matriz de alta qualidade, capaz de apresentar um alto desempenho produtivo e reprodutivo, aliado a uma baixa taxa de mortalidade, garantindo assim, que Afrodite seja a matriz com a menor taxa de mortalidade, proporcionando o máximo retorno financeiro.

Se você gostou do conteúdo de hoje sobre mortalidade de matrizes, compartilhe essa matéria com seus amigos e aproveite para acompanhar todas as novidades da TOPGEN nas redes sociais: FACEBOOK, INSTAGRAM ou LINKEDIN.

(*) QUEIRÓS, Anderson. Mortalidade de Matrizes Suínas – Devemos nos Preocupar com esse tema? Disponível aqui.